Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

International Brazil Air Show debaterá sobre o setor aéreo da América Latina

International Brazil Air Show debaterá sobre o setor aéreo da América Latina

A 2ª Edição do International Brazil Air Show será realizada entre os dias 11 e 13 de setembro de 2019 no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Primeiro evento brasileiro com foco na indústria aeroespacial internacional e na infraestrutura aeroportuária, o IBAS reunirá líderes do segmento aéreo mundial para debater sobre o desenvolvimento do setor na América Latina, responsável por 1,4% PIB Brasileiro, ou seja, R$ 25,1 bilhões, de acordo com os dados da Associação Internacional de Transportes Aéreos. O evento conta com apoios institucionais da Força Aérea Brasileira (FAB), Ministério dos Transportes, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), sendo organizado pela empresa Sator e apoiado pela concessionária GRU Airport. Com contribuição fundamental para a economia, o setor de transporte aéreo propicia a geração de empregos, riquezas e ainda conecta as pessoas. Segundo relatório produzido pela Boeing, na análise do mercado latino-americano avaliado pelo estudo em US$ 250 bilhões, espera-se que em até 20 anos, 3,01 mil novas aeronaves comerciais cheguem à região. A 2ª edição do IBAS também contará com diversas atividades e eventos paralelos para os expositores, patrocinadores e participantes em geral, gerando oportunidades de networking e negócios, visto que o público participante será composto por profissionais altamente qualificados nas indústrias relacionadas. Será uma oportunidade para fomentar discussões e promover negócios entre os setores envolvidos com este mercado, considerado fundamental para o desenvolvimento do Brasil e da América Latina. Atualmente, a frota de aviação comercial brasileira é de aproximadamente 680 aeronaves e a frota executiva é de mais de 1.650 aeronaves, de acordo com dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG). De 2012 a 2018 foram concedidos dez aeroportos à iniciativa privada: São Gonçalo do Amarante/RN; Guarulhos/SP; Viracopos/SP; Brasília/DF; Tom Jobim/RJ; Confins/MG; Fortaleza/CE; Salvador/BA; Florianópolis/SC; e Porto Alegre/RS. Serão privatizados no primeiro trimestre de 2019, segundo a ANAC, mais 13 aeroportos que foram incluídos no Programa Nacional de Desestatização e que serão concedidos em blocos regionais. A estimativa do governo para as próximas concessões é que os aeroportos recebam no total, R$ 8,5 bilhões em investimentos. Mais Informações no portal www.ibas.aero. 



SAIBA MAIS

Industria

12/10/2018


Helibras entrega dois helicópteros H135 para a Líder Aviação A fabricante Helibras anunciou a entrega de dois helicópteros H135 para a empresa Líder Aviação. A assinatura do contrato aconteceu no início do segundo semestre deste ano e contempla o fornecimento dos aparelhos configurados para operações de offshore como transporte de passageiros e missões de evacuações médicas no mercado Oil & Gas.


Industria

12/10/2018


Passageiros querem mais informações, automação, controle e privacidade A Associação Internacional de Transporte Aéreo anunciou os resultados de sua Pesquisa Global de Passageiros (GPS) de 2018, que mostrou que os viajantes buscam novas tecnologias para lhes dar mais controle, informações e melhorar a eficiência quando viajam. Com base em 10.408 respostas de 145 países, a pesquisa forneceu informações sobre o que os passageiros gostariam de ter com sua experiência de viagem aérea.


Industria

12/10/2018


Tarifa aérea doméstica teve redução de 3,9% no segundo trimestre do ano De acordo com o relatório publicado pela Agência Nacional de Aviação Civil, o preço médio da tarifa no segundo trimestre do ano (atualizada pela inflação) foi de R$ 321,78. O valor representa uma redução de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 334,84. Este é o quarto ano seguido em que o indicador do segundo trimestre apresenta redução no preço médio. No acumulado do primeiro semestre do ano, o preço médio da tarifa aérea ficou em R$ 342,94, registrando um aumento da ordem de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a tarifa média fechou em R$ 337,84.



Publicidade