Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Centro de treinamento da Emirates recebe as primeiras aeronaves Cirrus SR22

Centro de treinamento da Emirates recebe as primeiras aeronaves Cirrus SR22

O centro de treinamento desenvolvido pela companhia aérea Emirates para atender à demanda global por pilotos, recebeu dois aparelhos Cirrus SR22 G6. São os primeiros de 22 monomotores a pistão do tipo encomendados para treinar futuros pilotos. As aeronaves pousaram em Dubai após uma longa jornada transatlântica de 13 mil km. Dado o tamanho da aeronave e outros fatores restritivos como o tamanho do tanque de combustível e autonomia de voo, a jornada da fábrica nos EUA para Dubai teve que ser dividida em múltiplas partes com 11 paradas em 10 países, voando uma média de cinco horas por dia. Partindo de Knoxville, os aviões pararam em Portsmouth, New Hampshire, nos EUA, seguindo para Sept Iles e Iqaluit no Canadá. De Iqaluit, ambas as aeronaves cruzaram o Atlântico parando primeiramente em Nuuk na Groenlândia, depois em Reykjavik na Islândia, completando a travessia em Wick na Escócia. Esses voos foram os trechos mais longos voados pelas aeronaves no translado entre os EUA e Dubai. Uma vez na Europa, as aeronaves voaram da Escócia para Sywell em Northamptonshire, Inglaterra, depois Veneza, Creta, Aqaba, Bahrein e Dubai. O modelo será a espinha dorsal da frota de treinamento da Emirates Flight Training Academy, que também encomendou cinco aeronaves Embraer Phenom 100EV.


Publicidade