Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Turquia revela helicóptero de ataque elétrico não tripulado

Turquia revela helicóptero de ataque elétrico não tripulado

 

A Turkish Aerospace Industries (TAI) revelou na semana passada um protótipo de seu helicóptero de ataque T629 totalmente elétrico e não tripulado de seis toneladas. A aeronave deve fazer seu primeiro voo ainda este ano.

O T629 deve ser usado como uma plataforma para busca e resgate, guerra anti-navio e anti-submarino, e para apoiar os helicópteros T129 ATAK tripulados da Turquia voando em missões de utilidade e reconhecimento. Semelhante em silhueta ao modelo ATAK de dois lugares, que também é fabricado pela estatal TAI, o T629 está em desenvolvimento desde 2017 e será capaz de transportar mísseis antitanque e não guiados. TAI não revelou quaisquer detalhes sobre o sistema de propulsão elétrica da nova aeronave ou outra tecnologia usada para o protótipo.

O T129 é baseado no helicóptero Leonardo A129 Mangusta e equipado com motores, transmissões e pás de rotor atualizados para melhor desempenho alto/quente, bem como aviônicos e sistemas de armas desenvolvidos na Turquia. O país está usando a aeronave internamente e oferecendo a aeronave para exportação com os motores TS1400 produzidos localmente para contornar os embargos de armas dos EUA relativos ao motor LHTEC CTS800-4N original desenvolvido pela Rolls-Royce e Honeywell.

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Militar/Geral

01/03/2021


Frota de Sentinel da RAF realiza o último voo de vigilância   A frota de vigilância Raytheon Sentinel da Força Aérea Real completou sua operação final em 25 de fevereiro de 2021. A última aeronave voou em uma missão de sua base em RAF Waddington, no sul da Inglaterra, monitorando o enclave russo de Kaliningrado e Bielo-Rússia a partir do espaço aéreo polonês e lituano. Os Sentinelas da RAF têm sido visitantes frequentes do espaço aéreo do Báltico, muitas vezes provocando uma reação dos interceptores russos Su-27 Flanker baseados em Kaliningrado. O Sentinel R.Mk 1 é uma versão de reconhecimento de radar da aeronave comercial Bombardier Global Express e foi encarregada de fornecer vigilância de campo de batalha de longo alcance e ampla área, além de fornecer inteligência crítica e rastreamento de alvos. A manutenção da aeronave exige despesas significativas de atualização e foi tomada a decisão de aposentar e descartar a aeronave em março de 2021. Durante sua vida útil de 12,5 anos, as cinco aeronaves voaram aproximadamente 32.300 horas, em cerca de 4.870 saídas. A visão oficial é que a nova aeronave P-8A Poseidon e o futuro Protetor realizarão a função de vigilância anteriormente conduzida pelo Sentinel, embora nenhum dos tipos tenha sensores ou datalinks adequados para permitir que eles alcancem os mesmos resultados. Foto: Divulgação    


Aviação Civil

01/03/2021


Na Emirates você pagar para não se sentar ao lado de um estranho   A Emirates agora está dando aos passageiros da classe econômica a chance de atualizar sua experiência ao viajar com a companhia aérea com sede em Dubai. Esses passageiros agora poderão comprar até três assentos adjacentes quando houver disponibilidade. Esses assentos variam de $ 55 a $ 165, mais impostos. Na isso não é uma novidade, a Air New Zealand oferece produtos como um assento adicional há algum tempo. No entanto, a recente pandemia COVID-19 tornou essas ofertas mais atraentes para as companhias aéreas e para os clientes. Na semana passada, vimos a Kenya Airways lançar o produto com o nome Economy MAX. Agora é a vez da Emirates. O serviço não está disponível para pré-reserva e só será oferecido no balcão de check-in. Ao adotar essa abordagem, a companhia aérea pode garantir que não impeça outro passageiro de reservar um dos assentos pela tarifa cheia, mas, em vez disso, ganha um pouco mais de um assento que estará vazio de qualquer maneira. Dado que algumas pessoas ainda podem estar com medo de viajar durante a pandemia, US $ 55/165 pode ser um pequeno preço a pagar por essa pequena garantia extra. Foto: Divulgação    



Publicidade