Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Boeing obtém contrato para mais 12 aviões-tanque KC-46

Boeing obtém contrato para mais 12 aviões-tanque KC-46

Esta semana, a Força Aérea dos EUA assinou com a Boeing um contrato de US$ 1,7 bilhão para 12 aviões-tanque KC-46A Pegasus. Com este sexto lote de produção, a Boeing agora tem contrato para 79 aeronaves KC-46A.

O KC-46A é um avião-tanque multifuncional desenvolvido a partir do jato comercial Boeing 767, projetado para reabastecer aeronaves militares aliadas, compatível com procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo. Também é equipado para transportar passageiros, cargas e pacientes em qualquer missão a qualquer momento. A Boeing está montando as aeronaves Pegasus em Everett, Washington, onde também continua a produção dos KC-46 para o Japão.

A Boeing recebeu seus dois primeiros lotes de produção da Força Aérea dos EUA, para sete e 12 aeronaves, em agosto de 2016. O terceiro lote, para 15 aeronaves, foi adjudicado em janeiro de 2017; o quarto lote para 18 aeronaves em setembro de 2018 e o quinto lote para 15 aeronaves em setembro de 2019.

Foto: Boeing

 



SAIBA MAIS

Aviação Militar/Geral

13/01/2021


Em voo supersônico, dois Typhoon da RAF interceptam jato particular sobre Londres   Moradores de Londres e arredores se assustaram com um boom sônico hoje (13) de manhã cedo, quando duas aeronaves Eurofighter Typhon foram lançadas da base da RAF RAF Coningsby, sob o sistema de defesa Quick Reaction Alert (QRA) do Reino Unido, a fim de interceptar o Global Express D-AFAL, depois que foi relatado que ele estava se desviando de sua rota e se comportando de forma estranha. O jato, que vinha de Nurenberg, Alemanha, foi escoltado até o aeroporto de Londres Stansted, onde pousou em segurança. Os jatos RAF Typhoon voaram até Mach 1,6 (1,6 vezes a velocidade do som) para interceptar o voo, embora sejam capazes de voar a mais de Mach 2. O cenário QRA é o único momento em que uma aeronave tem permissão para voar supersônico sobre a terra. A D-AFAL continuou para seu destino original, Birmingham, após algumas verificações. Foto: Divulgação  


Aviação Civil

13/01/2021


Metade da frota de Airbus A380 da Qatar Airlines será aposentada definitivamente   O CEO da Qatar Airlines, Akbar Al Baker, confirmou que metade de seus A380  não voará mais para a companhia, que não está operando nenhum no momento. A Qatar Airlines possui dez A380. O primeiro chegou à aérea em 2014 e o mais recente em 2018. Há sete anos, um feliz Al Baker elogiava muito o Super Jumbo: “Acrescentar o A380 à nossa frota em constante expansão, fortalecerá a posição de Doha como um importante centro de aviação regional e global. A chegada do A380 abre um novo capítulo no serviço exclusivo e incomparável que oferecemos aos passageiros a bordo da Qatar Airways”. Mas isso foi há sete anos, hoje ele brinca: “Se estiver interessado em comprar um para você, eu vendo...” Foto: Divulgação  



Publicidade