Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Em voo supersônico, dois Typhoon da RAF interceptam jato particular sobre Londres

Em voo supersônico, dois Typhoon da RAF interceptam jato particular sobre Londres

Moradores de Londres e arredores se assustaram com um boom sônico hoje (13) de manhã cedo, quando duas aeronaves Eurofighter Typhon foram lançadas da base da RAF RAF Coningsby, sob o sistema de defesa Quick Reaction Alert (QRA) do Reino Unido, a fim de interceptar o Global Express D-AFAL, depois que foi relatado que ele estava se desviando de sua rota e se comportando de forma estranha.

O jato, que vinha de Nurenberg, Alemanha, foi escoltado até o aeroporto de Londres Stansted, onde pousou em segurança.

Os jatos RAF Typhoon voaram até Mach 1,6 (1,6 vezes a velocidade do som) para interceptar o voo, embora sejam capazes de voar a mais de Mach 2.

O cenário QRA é o único momento em que uma aeronave tem permissão para voar supersônico sobre a terra. A D-AFAL continuou para seu destino original, Birmingham, após algumas verificações.

Foto: Divulgação

 

 

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

12/01/2021


Atlas Air encomenda mais quatro Boeing 747-8   Prevendo crescimento, a Atlas Air encomendou mais quatro cargueiros 747-8 à Boeing. De acordo com John Dietrich, presidente e CEO da empresa cargueira, “o 747-8F é o melhor e mais versátil cargueiro de fuselagem larga no mercado e estamos empolgados com a aquisição desses quatro aviões”. “O cargueiro Boeing 747-8 está equipado com dispositivos que reduzem o ruído em cerca de 30% quando comparados aos modelos anteriores, além de proteger o meio ambiente por meio da redução de emissões”, disse Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, que também assegurou que “estes serão os últimos 747 a serem produzidos.” Foto: revistaflap     


Aviação Civil

13/01/2021


British Airways lança malas de bordo feitas com peças de Boeing 747       A British Airways acaba de lançar uma linha de malas de bordo feitas compartes de aeronaves Boeing 747 retiradas do serviço, mas... cada uma custa £1.935 (quase R$ 14.500). A edição limitada da companhia aérea, "Malas BOAC Speedbird", homenageia suas aeronaves Boeing 747 aposentadas, que foram retiradas do serviço no ano passado, e celebra o icônico logotipo BOAC dourado da marca. Outras características incluem uma insígnia "Gold Speedbird" pintada à mão no exterior branco brilhante, bem como acabamento em couro naval usado nos cantos e alças, e um fragmento de Boeing 747 fará parte do interior da mala. Mas por que um preço tão alto? Para começar, existem apenas 150 malas à venda e cada uma foi feita com partes de jatos Boeing 747 aposentados. Mesmo assim, é necessário ser um fã incondicional da aviação para gastar R$ 14.500 numa mala de bordo. Foto: British Airways  



Publicidade