Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Octans Aircraft entra na terceira fase de ensaios em voo do protótipo do Cygnus e agora vai voar por todo o Brasil

Octans Aircraft entra na terceira fase de ensaios em voo do protótipo do Cygnus e agora vai voar por todo o Brasil

Após a conclusão das fases de avaliações operacionais iniciais, o primeiro protótipo do Cygnus, aeronave desenvolvida e fabricada pela Octans Aircraft, inicia a terceira fase de ensaios em voo esta semana, desta vez, voando por todo o Brasil. A empresa já recebeu a autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para os voos de longo alcance, uma vez que concluiu com sucesso as outras duas fases de ensaios: fase 1, que são os primeiros voos de testes após a finalização de sua fabricação e fase 2, avaliação da aeronave em perímetro regional, com rotas curtas e próximas à base. 

As rotas e os destinos em que o Cygnus cumprirá sua nova programação de ensaios deverão ser divulgados dentro de algumas semanas. Os ensaios em voo começaram em janeiro deste ano na matriz da empresa, localizada no Aeroporto de São João da Boa Vista, interior de São Paulo.

“Estamos muito contentes com a performance da aeronave e com os resultados obtidos nos ensaios. Agora, avançamos rumo à certificação”, disse o CEO, Milton Roberto Pereira. O processo de certificação da aeronave deve começar já no primeiro semestre do ano que vem, assim como o início da produção seriada, com entregas previstas para o segundo semestre de 2021.

A aeronave foi desenvolvida para cumprir os requisitos de certificação ANAC/FAA Part23 e a campanha de demonstração de cumprimento dos requisitos começa em 2021, em linha com o Programa iBR2020 (Programa de Fomento à Certificação de Aeronaves de Pequeno Porte) da ANAC.

O Cygnus possui estrutura metálica, asa alta cantilever, trem de pouso triciclo fixo, VRF noturno e IFR, painel digital Garmin touch screen, ar condicionado, cintos com airbags e interior de alto padrão.  A nova aeronave vai sair de fábrica equipada com motor Lycoming IO-540 300 hp e hélice Hartzell tripá metálica.

Em termos de conforto interno, o Cygnus foi desenvolvido para oferecer uma experiência única ao usuário. O interior foi desenhado pelo Studio Marcelo Teixeira – Arch & Transportation Design, e será fabricado pela F/LIST Brasil, empresa com sede na Áustria. Entre os diferenciais, versões exclusivas com acabamento em madeira e carbono, amplo espaço para cinco ocupantes, assentos em couro com ajustes de altura e encosto reclinável, apoios de braço escamoteáveis, cintos com airbag, entradas USB para todos os ocupantes e pontos de energia 12V para laptops e smartphones.

No quesito aviônicos, o Cygnus vem com visores de voo avançados com GPS VRF WASS integrado, display de voo principal (PFD) e multifuncional (MFD), além de display opcional e sistema de indicação de motor (EIS) altamente configurável, interface touch screen e telas em tamanho 10,6 polegadas.

Fundada em 2002, sob o nome de INPAER, a empresa já produziu e entregou 240 aeronaves experimentais. Em 2013, após a entrada de novos sócios, passou por um processo de transformação com o objetivo de migrar para o mercado de aeronaves certificadas, com foco nos mercados brasileiro e internacional. De lá para cá, foram investidos mais de R$ 90 milhões (em valores históricos). Foto: Divulgação

Cygnus

Velocidade de cruzeiro: 160 ktas

Velocidade de estol: 60 ktas

Autonomia: 6h

Alcance: 1.780 km

Decolagem: 450 m

Comprimento: 9,40 m

Altura: 3,10 m

Envergadura: 12,20 m

 

 

 



SAIBA MAIS

Aeroportos

15/12/2020


Aeroporto de Brasília prevê retomada de 70% dos voos em dezembro   O movimento de alta temporada no Aeroporto de Brasília começa nesta 3ª feira, dia 15 de dezembro, e as festividades de final de ano devem incrementar o fluxo de passageiros. Para esta 2ª quinzena do mês, estão previstos 4.063 voos. Para atender a demanda foram incluídos 266 voos extras na malha área da capital federal. A circulação de passageiros para o período deverá ser de 565 mil pessoas. A previsão é que em dezembro o terminal brasiliense atinja 70% do seu movimento aéreo pré-covid-19. Os dias 22 e 23, anteriores à véspera de Natal e 29 e 30, que antecedem as comemorações de ano novo, devem ser os dias de maior fluxo de passageiros. São estimados para estas datas cerca de 34 mil usuários por dia. Os horários com maior movimentação são de 7h às 10h e de 18h às 21h. Por conta do movimento, a Inframerica orienta os passageiros a chegarem com 2h de antecedência ao aeroporto e solicita o respeito ao uso correto da máscara e atenção ao distanciamento em filas.  Por conta do aumento do fluxo, o Aeroporto distribuiu mais pontos de álcool gel pelo terminal. Além dos mais de 65 pontos, a concessionária está instalando novos totens em cada portão de embarque. Além disso, os bombeiros civis do terminal estão constantemente desinfetando os ônibus e auxiliando na aferição de temperatura de passageiros no desembarque. A concessionária instalou câmeras termográficas no embarque que medem a temperatura e verificam a utilização da máscara. Um bombeiro também acompanha todo o processo de entrada no terminal e orienta os passageiros. A limpeza de todo o aeroporto também foi intensificada, assim como os sanitários que recebem desinfecção total a cada uma hora e meia.  Para receber os passageiros, a Administradora vem tomando diversas medidas sanitárias, respeitando todas as orientações dos órgãos de saúde e atenta contra a disseminação do vírus. Por conta disso, a Inframerica foi reconhecida internacionalmente pelo Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International – ACI) que credenciou o aeroporto brasiliense com a Airport Health Accreditation (AHA) certificação de boas práticas em medidas sanitárias. A certificação comprova que a Administradora implementou nos últimos meses os procedimentos sanitários necessários para atendimento do bem-estar de passageiros e funcionários.   Movimento em novembro Em novembro a Inframerica registrou o fluxo de 850.960 mil passageiros e 7.557 voos. Em número de usuários o aumento foi 6,7% sobre outubro, o que representa um aumento continuo desde abril, quando a movimentação foi de apenas 5% do estimado para o período.  Com este crescimento, o Terminal Brasiliense recuperou 65% do seu tráfego pré-covid, consolidando-se como o maior centro de conexão nacional. Atualmente, o aeroporto atende 45 municípios do Brasil e dois destinos no exterior, Lisboa e Panamá, operados pela TAP e pela Copa Airlines, respectivamente. Foto: Felipe Menezes  


Aviação Executiva

15/12/2020


Embraer entrega primeiro Praetor 500 no México   A Embraer entregou recentemente o novo Praetor 500 para um cliente mexicano, marcando a primeira entrega desse modelo de aeronave no país latino. O nome do proprietário não foi revelado. “A tecnologia superior, conforto e desempenho do Praetor 500 convenceram nosso cliente a substituir o jato de médio porte que ele usava. Fizemos um longo trabalho e, após intensivas pesquisas e voos de demonstração chegamos à conclusão de que o Praetor 500 era o produto ideal no segmento para esse cliente”, disse Saul Arceo, CEO da ARC Aviation, grupo de consultoria de Aviação Executiva, selecionado pelo proprietário para ajudar na escolha de seu novo jato executivo. “Estamos orgulhosos com a entrega do primeiro Praetor 500 no México, que expande sua presença global neste relevante mercado”, disse Gustavo Teixeira, Diretor de Vendas da Embraer Aviação Executiva para a América Latina. "O Praetor 500 apresenta uma versatilidade operacional única, permitindo que nosso novo cliente percorra distâncias maiores e opere em aeródromos menores, sempre na cabine mais confortável daclasse." O Praetor 500 realmente supera sua classe. É a única aeronave de tamanho médio com controles de voo inteiramente fly-by-wire e turbulência reduzida, para um voo mais suave e eficiente. Considerado o único jato médio com cabine de piso plano de 1,83 m de altura, e lavatório a vácuo, o Praetor 500 também possui a melhor altitude de cabine da classe (1.770 m). A cabine silenciosa acomoda até nove passageiros, com um sofá-cama opcional de dois lugares. Quatro assentos são totalmente reclináveis ​​e podem ser convertidos em duas camas para maior conforto. A primeira entrega de um Praetor 500 ocorreu há apenas um ano. Este é o jato de médio porte mais veloz e de maior alcance, podendo cumprir uma rota intercontinental de 6.185 km com quatro passageiros e reservas NBAA IFR e alta velocidade de Cruzeiro de 865 km/h. Graças ao compromisso da Embraer de melhorar continuamente cada uma das suas quatro aeronaves existentes em seu portfólio de jatos executivos líderes do setor, as atualizações recentes do Praetor 500 incluem melhorias para a segurança da cabine: um filtro HEPA padrão e uma porta deslizante elétrica opcional para o toalete, além da primeira certificação do setor de um sistema de guia de visão sintética (SVGS).      



Publicidade