Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Força Aérea Brasileira recebe terceira aeronave SC-105

Força Aérea Brasileira recebe terceira aeronave SC-105

Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu, no dia 09 de dezembro de 2020, a terceira aeronave Casa 295 (SC-105), produzida pela Airbus Espanha. A cerimônia de entrega, ocorrida em Sevilha, na Espanha, foi presida pelo Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues, acompanhado do Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Major-Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta, do Ministro-Conselheiro da Embaixada do Brasil em Madrid, Leandro Zenni Estevão, demais militares e funcionários da Airbus Espanha.

“A Força Aérea Brasileira recebe um vetor estratégico que assegura a capacidade de realizar busca e salvamento em uma área de 22 milhões de quilômetros quadrados de responsabilidade do Estado brasileiro, ou ainda realizando missões de evacuação aeromédica, socorro em voo, e outras missões humanitárias em todo território nacional e na América do Sul”, enfatizou o Diretor-Geral do DECEA.

Assim, o Brasil, como estado signatário da Organização de Aviação Civil Internacional, cumpre plenamente as normas e recomendações no quesito de “Busca e Salvamento”.

Segundo o Major-Brigadeiro Valter Borges Malta, “com o mais novo SC-105 Amazonas SAR, as tripulações do Esquadrão Pelicano estarão, 24 horas por dia, sete dias da semana, nos 365 dias do ano, aptas a cumprir a missão de Controlar, Defender e Integrar o espaço aéreo sob a responsabilidade do Brasil”, destacou.

Configurada para a missão de Busca e Salvamento, a nova aeronave seguirá rumo ao Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2°/10° GAV) – Esquadrão Pelicano e contribuirá, sobremaneira, para a robustez operacional da Força Aérea Brasileira nas missões de Busca e Salvamento. Foto: COPAC

 



SAIBA MAIS

Industria

14/12/2020


American Airlines recebe o 200º Airbus produzido no Alabama A linha de montagem em Mobile é importante para a Airbus e o Alabama, fornecendo ao fabricante uma linha de produção econômica, ao mesmo tempo que proporciona ao estado um impulso econômico muito necessário. Inaugurada em 2016, a instalação entregou 17 aeronaves no primeiro ano operacional antes de finalmente atingir uma taxa de produção de quatro por mês antes da pandemia de Covid-19. American Airlines recebeu recentemente o 200º Airbus produzido em Mobile, um A321neo que, e com motores de baixo consumo de combustível está definido para se juntar a “uma das frotas mais jovens da região”. A aeronave também, segundo a Airbus, ajuda a focar em aeronaves ecologicamente corretas”. Foto: Divulgação  


Industria

14/12/2020


Cancelada a edição 2021 do Salão de Le Bourget     Recentemente, o SIAE (Salão Internacional de l'Aéronautique et de l'Espace de Paris) anunciou sua decisão de cancelar a edição de 2021 do Paris Air Show, que aconteceria de 21 a 27 de junho de 2021. Esta decisão fé considerada "dada uma incerteza associada a crise de saúde da Covid-19". “Em acordo, as diretorias do SIAE e do GIFAS Francesas (Associação das Indústrias Francesas Aeronáuticas e Espaciais) chegou a essa decisão inevitável dada a situação sanitária internacional e a assiduidade que essa festa popular gera. Essa decisão razoável foi tomada por unanimidade pelo conselho do SIAE, em um contexto de crise de magnitude sem precedentes para a indústria aeronáutica e espacial”, anunciou o SIAE em comunicado à imprensa.    



Publicidade