Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Força Aérea Brasileira participa do exercício UNITAS 2019

Força Aérea Brasileira participa do exercício UNITAS 2019

A Força Aérea Brasileira participou recentemente no Rio de Janeiro, da 60ª edição da Operação UNITAS 2019. O exercício marítimo multinacional, organizado pelos Estados Unidos, teve como objetivo incrementar a interoperabilidade entre as Forças Armadas Brasileiras e estrangeiras, além de estreitar os laços de cooperação e amizade. O treinamento ocorre desde 1959 e há 11 anos é realizado no formato anfíbio. A participação da FAB no exercício foi coordenada pela Ala 12 e contou com a atuação de três esquadrões que compõem a Aviação de Patrulha: Orungan, Phoenix e Netuno. Na atividade, foi possível realizar o emprego conjunto de meios aéreos e navais em um teatro de operação marítima. A aeronave P-3AM Orion foi responsável por realizar as ações de antissubmarino. Dessa forma, o avião tinha o objetivo de proteger os meios navais das ações ofensivas do submarino BNS TUPI, da Marinha do Brasil, que figurava como inimigo no exercício e ameaçava o deslocamento da Força Naval. A guerra antissubmarino se utiliza de vários sensores para detectar e neutralizar os submarinos. A maioria das táticas dessa ação de Força Aérea consiste basicamente em “escutar” alguma movimentação inimiga abaixo da linha d’água, utilizando-se de sonoboias (boias com receptores acústicos) que são lançadas no mar. Esses equipamentos podem ser ouvidos e processados pela aeronave durante o voo e podem fornecer a direção e a distância de algum ruído detectado. Após isso, são tomadas diversas atitudes para processar esse ruído e caso seja confirmado que o mesmo está relacionado ao ruído do submarino inimigo, o próximo passo é neutralizá-lo antes que algum ataque seja despendido contra a Força Naval. Os esquadrões Phoenix e Netuno, com os aviões P-95BM Bandeirulha, foram responsáveis por realizar as ações de Patrulha Marítima e Controle Aéreo Avançado. Elas consistem em detectar um alvo de superfície empregando os sensores a bordo e repassar as informações para um navio ou uma aeronave, que executará alguma medida de engajamento contra esse alvo. Além disso, utilizando-se uma das funcionalidades do radar de bordo do P-95, foi possível produzir a base de dados que fizeram parte do planejamento dos meios na fase anfíbia, que contemplou uma simulação de ajuda humanitária na Ilha da Marambaia. A UNITAS 2019 contou com a participação de unidades navais, aeronavais, aéreas e de Fuzileiros Navais. Estavam presentes, além do Brasil, meios e delegações da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, EUA, México, Panamá, Paraguai, Peru e Reino Unido. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAR: Ala 12



SAIBA MAIS

Aviação Militar/Geral

30/07/2019


Airbus e OCCAR assinam contrato de suporte global para a aeronave A400M A fabricante europeia Airbus assinou um novo contrato de suporte para a aeronave A400M com a OCCAR (Organização de Cooperação Conjunta de Armamentos), que administra o programa multinacional em nome da Alemanha, França, Reino Unido, Espanha, Turquia, Bélgica e Luxemburgo. 


Aviação Militar/Geral

30/07/2019


Embraer e ELTA anunciam o lançamento do jato P600 AEW A Embraer Defensa & Segurança e a ELTA Systems, subsidiária da Israel Aerospace Industries (IAI), assinaram um acordo de cooperação estratégica para desenvolvimento do modelo P600 AEW (Alerta Aéreo Antecipado). Concebido para atuar em um novo segmento do mercado de AEW, esta aeronave de última geração é baseada na plataforma do jato executivo Praetor 600.


Aviação Militar/Geral

30/07/2019


FAB realiza testes de enlace de dados controlador-piloto em espaço aéreo continental Os primeiros testes utilizando as comunicações por enlace de dados controlador-piloto (CPDLC) no espaço aéreo continental brasileiro foram realizados no último dia 20 de junho. A aeronave Legacy 500 da Força Aérea Brasileira decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino a Recife/PE. Os testes ocorreram com a participação do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), organização militar responsável pela aferição de auxílios à navegação aérea, aproximação e pouso, além de procedimentos de navegação aérea de grande precisão.



Publicidade