Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Embraer comemora a entrega de 1.400 unidades do avião agrícola Ipanema

Embraer comemora a entrega de 1.400 unidades do avião agrícola Ipanema

A fabricante brasileira Embraer está comemorando a entrega de 1.400 unidades do avião Ipanema, líder no segmento de aviação agrícola no Brasil, com 60% de participação no mercado. Movida a energia renovável (etanol), a aeronave é mais ágil e eficiente, o que garante maior produtividade. O Ipanema é usado principalmente na pulverização de fertilizantes e defensivos agrícolas, evitando perdas por amassamento na cultura e flexibilizando a operação. As principais culturas que têm demandado o avião são: soja, milho, algodão, cana-de-açúcar, banana, citrus, eucalipto e café. Multitarefas, ele também pode ser utilizado para espalhar sementes, combater vetores e larvas, no combate primário a incêndios e povoamento de rios. O aumento da população mundial tem exigido da agricultura cada vez mais eficiência e competitividade. É neste contexto que a Embraer garante a constante busca pelo melhor em tecnologia e inovação: prova disso é o desempenho do modelo Ipanema 203 que garante uma faixa de aplicação de até 24 metros com excelente uniformidade, comprovado pelo estudo realizado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). O modelo é um dos primeiros aviões lançados pela Embraer e fabricado de forma ininterrupta há mais de 40 anos na unidade de Botucatu/SP. O avião iniciou sua história no fim dos anos 60 com a necessidade de modernizar as técnicas agrícolas no Brasil, principalmente para o combate das pragas que, naquela época, destruíam as plantações de café. Em 31 de julho de 1970, o Ipanema fez seu primeiro voo e desde então tem evoluído em diversos aspectos, atingindo resultados importantes.




Publicidade