Fechar

Aviação Militar/Geral



Compartilhar:

RSS

Helibras fechou o ano de 2016 com receita de R$ 442,6 milhões

Helibras fechou o ano de 2016 com receita de R$ 442,6 milhões

A fabricante Helibras fechou o ano de 2016 com receita de R$ 442,6 milhões. O resultado mostra um equilíbrio financeiro e reflete as ações de redução de custos adotadas pela empresa, em face do momento instável da economia brasileira. A fabricante também organizou os projetos prioritários da empresa e cumpriu as metas estabelecidas para os programas militares, como os do H225M e de modernização dos helicópteros Fennec e Pantera. Além de manter a continuidade dos programas e das entregas previstas, a Helibras seguiu a política do grupo de aumentar a proximidade com os clientes, passando a oferecer serviços mais estruturados, como o HCare e as modernizações de modelos já existentes. Em estreita colaboração com a Aviação do Exército, a empresa estabeleceu um plano para reorganização do cronograma dos projetos de modernização dos helicópteros e cumpriu os objetivos de entrega de acordo com as necessidades do cliente. Em 2016 foram entregues quatro novos Fennec e três Panteras modernizados. Sobre o H225M, todas as etapas de produção previstas para serem realizadas no Brasil no ano foram cumpridas durante o ano e a empresa entregou quatro aparelhos, somando 26 unidades já em operação pelas Forças, mais de 50% do contrato. Em números gerais, a frota de helicópteros da marca Helibras/Airbus no Brasil totalizou 678 unidades em operação por mais de 330 clientes que atuam em todos os segmentos de mercado. Essa frota contabiliza cerca de dois milhões de horas voadas.


Publicidade