Fechar

Aviação Executiva



Compartilhar:

RSS

Leonardo firma contrato no mercado VIP / corporativo no México para um AW169

Leonardo firma contrato no mercado VIP / corporativo no México para um AW169

 

Leonardo anunciou hoje que o helicóptero bimotor intermediário leve de nova geração AW169 está definido para entrar no mercado VIP / corporativo mexicano, expandindo ainda mais o sucesso do tipo entre os operadores na América Latina e no mundo e fortalecendo o papel de Leonardo no VIP multimotor mundial segmento de helicópteros que já responde por cerca de 40% de participação.

Uma operadora privada mexicana apresentará em serviço um AW169 este ano, apresentando uma configuração altamente personalizada combinando os mais altos padrões de qualidade e conforto e aproveitando o excelente espaço da cabine do modelo.

Tipos populares como a série de biturbinas leves AW109 e os biturbinas intermediários AW139 também provaram ser extremamente bem-sucedidos na América Latina e no México para várias aplicações, incluindo transporte VIP / corporativo, ao longo dos anos e o AW169 é agora mais uma opção para atender aos requisitos do mercado regional em evolução.

Ao mesmo tempo, como irmão mais leve do AW139 de classe mundial, o AW169 se beneficia das semelhanças da Família AW, oferecendo recursos semelhantes em uma escala menor e mais leve com equipamentos e sistemas diferenciados. Os modelos AW109 GrandNew e Trekker continuarão a oferecer os melhores recursos da categoria para operadores que procuram biturbinas leves com alto desempenho e níveis de personalização.

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

10/01/2021


Conviasa recebe seu maior Airbus   A companhia aérea venezuelana recebeu seu primeiro Airbus A340-300 e espera receber mais três A340-500. A nova aeronave, que chegou a Caracas nas cores da Conviasa e o prefixo YV-3507, após ser pintado em Teerã, no Irã já operou na Avior Airlines, Cathay Pacific e na Air China. A Conviasa já opera um Airbus A340-200 e vários Embraer 190 para o transporte de passageiros e como avião presidencial. A aérea venezuelana tem voos para Moscou e Teerã, mas seu objetivo é voar também para Itália, Portugal e China. Foto: Divulgação  


Aviação Civil

08/01/2021


Viva Aerobus transportou mais de um milhão de passageiros em dezembro de 2020   Viva Aerobus, companhia aérea mexicana de ultrabaixo custo, informou que transportou mais de 1,1 milhão de passageiros em dezembro de 2020, um aumento de 15% em relação ao mês anterior. Este número também se aproxima dos níveis de dezembro de 2019, quando a aérea registrou pouco mais de 1,13 milhão de passageiros graças à estratégia de reativação responsável e a expansão da oferta de rotas para atender às necessidades de conectividade aérea de forma segura e confiável de acordo com a demanda atual. Durante 2020, a Viva Aerobus registou uma recuperação gradual e constante da procura, da preferência dos passageiros pelos seus preços baixos e do seu renovado compromisso com a saúde. Consequentemente, a empresa fechou o ano com mais de 8 milhões de passageiros e uma taxa de ocupação de 80,5%, uma das mais fortes da atualidade. A Viva Aerobus consolidou-se como a primeira companhia aérea mexicana a aumentar sua capacidade operacional, aumentando sua oferta (assentos por quilômetro disponível) em 11% em dezembro de 2020 em relação ao mesmo mês de 2019. Nesse mesmo sentido, a Viva encerrou o ano com uma oferta de 131 rotas (103 nacionais e 28 internacionais), mais 12 rotas do que no final de 2019. Foto: Airbus  



Publicidade