Fechar

Aviação Executiva



Compartilhar:

RSS

Dassault Falcon 6X está em progresso para o primeiro voo

Dassault Falcon 6X está em progresso para o primeiro voo

A fabricante francesa Dassault Aviation anunciou que o primeiro dos três protótipos do jato executivo Falcon 6X, que participarão da certificação de voo foi energizada e entrou em testes em solo. As aeronaves número 2 e 3 estão em estágios avançados de montagem e a produção de peças de ciclo longo para montagem seriada já começou. A certificação e a entrada em serviço estão definidas para 2022, de acordo com o cronograma original. A segunda aeronave recentemente teve suas asas acopladas à fuselagem e a terceira está nos estágios iniciais da montagem final. Cada uma delas será fortemente instrumentada e como o protótipo número 1, serão capazes de realizar testes aerodinâmicos, de desempenho e sistemas. A aeronave número 3 receberá um interior completo para avaliar a funcionalidade dos sistemas, acústica, fluxo de ar, conforto e outros fatores. O mobiliário interno, sistemas ambientais, eletrônicos e outros equipamentos estão atualmente sendo testados em um equipamento no solo, antes da instalação no jato. Os testes elétricos, hidráulicos e de sistema de combustível foram concluídos e os do avançado sistema de controle de vôo digital do Falcon 6X começaram. Também foram iniciadas as avaliações de fadiga no solo e de tolerância a danos. Este ciclo de testes será posteriormente estendido para incluir os de esforço até os limites máximos de carga e além. O Falcon 6X estabelece uma nova referência na indústria para o conforto da cabine, desempenho de longo alcance e eficiência de voo. Ele oferece a maior seção transversal de cabine de qualquer jato comercial construído com esse objetivo (1,98m de altura por 2,58m de largura) e sua capacidade de alcance de 5.500 milhas náuticas permite que ele conecte rotas de longo alcance como Paris a Tóquio ou Los Angeles a Moscou. O novo jato bimotor também está equipado com as mais recentes tecnologias inovadoras, incluindo um Sistema de Controle de Vôo Digital (DFCS) de nova geração que proporciona uma manobrabilidade impecável em voo. O novo DFCS controla todas as superfícies móveis, incluindo uma nova área de controle multifuncional chamada "flaperon", adaptada da aeronave de caça Dassault. A montagem de motores do Falcon 6X também está sendo feita em paralelo com a produção de aeronaves. O avançado motor Pratt & Whitney Canada PW812D completou uma campanha inicial de testes aéreos no início deste ano a bordo de um Boeing 747 e uma segunda série de avaliações em voo está programada para breve. Até hoje, o motor acumulou mais de 200 horas no ar e mais de 1.600 horas no solo. Também completou os testes iniciais de certificação, incluindo ataque de pássaros, ingestão de gelo e testes de blade-off.




Publicidade