Fechar

Aviação Executiva



Compartilhar:

RSS

Embraer conclui a primeira conversão do jato executivo Praetor 500

Embraer conclui a primeira conversão do jato executivo Praetor 500

A Embraer Serviços & Suporte anunciou a conclusão da primeira conversão de um Legacy 450 em um Praetor 500 para um cliente não divulgado. A mudança foi realizada no centro de serviços da fabricante no Aeroporto Bradley em Windsor Locks, Connecticut (EUA). O processo completo de conversão de um Legacy 450 (com 2.900 milhas náuticas de alcance) em Praetor 500 (com 3.340 milhas náuticas de alcance) pode ser realizado também nos centros situados em Fort Lauderdale, Flórida, Sorocaba, no Brasil e Le Bourget em Paris, na França. Para obter a melhoria no alcance, a fiação com sensor de nível nos tanques de combustível foi substituída, as portas de abastecimento por gravidade em cima da asa foram movidas, o sistema de medição de combustível foi realocado e as nervuras das asas foram reforçadas para suportar o peso adicional. Estes ajustes incluíram atualizações nos sistemas de controle de voo, com uma nova carga aviônica para a cabine de comando Collins Aerospace Pro Line Fusion. Mais um destaque da conversão, foram instalados os winglets e as placas e os logotipos foram substituídos para converter oficialmente o Legacy 450 em um Praetor 500. A mudança foi possível graças à experiência de especialistas em estruturas e aviônica, equipes de logística e engenheiros de operações da Embraer em todo o mundo. Com a atualização vem uma combinação de tecnologia, conforto e desempenho. O Praetor 500 apresenta o primeiro E2VS da indústria, um painel frontal que combina visão sintética e aprimorada. Além disso, é o único jato executivo de médio porte com controles completos de voo fly-by-wire e capacidade de redução de turbulência. A cabine do modelo possui um piso plano com 1,83 metro de altura, galley completa, toalete a vácuo e o melhor espaço para bagagem da categoria. Quanto ao desempenho, a conversão implica um alcance intercontinental de 6.186 km com quatro passageiros e reservas NBAA IFR.




Publicidade