Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

Lufthansa fica com quatro Airbus A380 em Frankfurt

Lufthansa fica com quatro Airbus A380 em Frankfurt

 

A Lufthansa ficou com apenas quatro Airbus A380 no Aeroporto Internacional de Frankfurt após outro voo de translado. O D-AIMD foi a última aeronave a ir para o armazenamento de longo prazo, partindo para Teruel na Espanha no início desta manhã (22/03).

O avião chegou ao “estacionamento de aeronaves” da Tarmac Aerosave em Teruel, Espanha. Com condições áridas, o local é adequado para o armazenamento de longo prazo de aeronaves, já abrigando mais da metade da frota da companhia aérea.

No entanto, o clima nem sempre é perfeito. O avião deveria partir na quinta e depois na sexta-feira da semana passada,mas essas partidas foram atrasadas devido ao mau tempo em Teruel.

Mais dois Airbus A380 devem seguir o D-AIMD para as instalações de armazenamento espanhol nos próximos meses. Isso permite que a companhia aérea libere espaço de estacionamento no Aeroporto de Frankfurt para aeronaves que voarão antes do A380. Como a aeronave não terá uso no futuro previsível, faz sentido transportá-la até Teruel, onde o armazenamento custará menos.

Do jeito que as coisas estão, a Lufthansa ainda retirou definitivamente apenas seis de suas aeronaves Airbus A380. Os oito restantes foram 'desativados temporariamente'. No entanto, o futuro parece tudo menos brilhante do gigante dos céus, tanto quanto o porta-bandeira alemão está em causa.

O CEO da companhia aérea, Carsten Spohr, indicou, em várias ocasiões, que a companhia aérea está planejando um futuro sem A380. Curiosamente, a companhia aérea continua a operar uma parte de sua frota de Boeing 747-8 de idade semelhante.

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

19/03/2021


A nova plataforma iFlight da IBS Software transforma as operações globais da LATAM Airlines   O Grupo LATAM Airlines implantou a plataforma digital iFlight da IBS Software para otimizar suas operações de voo e tripulação em todas as suas transportadoras de língua espanhola (SSC) e subsidiárias de carga. Todas as transportadoras LATAM SSC e subsidiárias de carga (LATAM Chile, Colômbia, LanExpress, Peru, Equador, Chile Cargo, Cargo Colômbia e Cargo Brasil) já estão operando na plataforma integrada iFlight Ops e Crew SaaS. A LATAM se torna a primeira companhia aérea a implementar a versão mais recente do iFlight, que foi otimizada para ajudar as companhias aéreas a equilibrar a interrupção operacional com eficiência de custos e satisfação do cliente em toda a sua rede. iFlight é uma plataforma de tecnologia totalmente integrada desenvolvida como três módulos específicos para otimizar o gerenciamento de operações, tripulação e hub, tornando a IBS Software a primeira empresa a fornecer à indústria de aviação este nível de percepção operacional e funcionalidade de gerenciamento. “Com essa transformação, agora podemos aproveitar a mais recente tecnologia do setor para otimizar a eficiência e garantir que nossos passageiros se beneficiem de um melhor desempenho pontual. A implantação reforça nosso compromisso em fornecer serviços e experiências líderes do setor aos nossos passageiros ”, disse Hernán Pasman, Diretor de Operações do Grupo LATAM Airlines. A LATAM Brasil e a LATAM Paraguai implantarão o iFlight no final de 2021, como parte da transição multifásica. Foto: Divulgação  


Aviação Civil

22/03/2021


Volaris: 15 anos da aérea mexicana Neste mês, a Volaris comemora 15 anos de operações. A aérea voou pela primeira vez em 13 de março de 2006 e teve um aumento acentuado na indústria.  A companhia aérea de custo ultrabaixo foi lançada em 2003, quando os fundos de investimento Discovery Americas I e Columbia Equity Partners colaboraram com a TACA Airlines para criar uma nova transportadora. O objetivo era oferecer mais oportunidades de voos para a população mexicana. A determinação da companhia aérea permitiu que ela atendesse mais de 60 destinos no México, Estados Unidos e América Central, com até 300 voos diários. Notavelmente, desde seu início, a Volaris atendeu mais de 120 milhões de passageiros.  Em abril passado, a Volaris relatou um fator de ocupação em toda a rede de 87%. Apesar do impacto que a pandemia do coronavírus teve em seus serviços e no setor de aviação em geral, os voos ativos da companhia aérea permaneceram um tanto cheios durante o período desafiador. Hoje, a Volaris possui três Airbus A319, 64 A320 e 16 A321 em sua frota, e no mês passado, ela declarou que espera receber 98 aeronaves até 2028 Foto: Airbus    



Publicidade