Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

China Airlines adia despedida do Boeing 747-400

China Airlines adia despedida do Boeing 747-400

 

A China Airlines adiou seu voo especial de despedida do Boeing 747-400. Previsto para ocorrer no sábado passado, a data remarcada será anunciada pela companhia aérea, que atribuiu o atraso à "atual situação epidêmica doméstica".

Enquanto a Lufthansa continua voando com o Boeing 747-8 ao redor do mundo, o mesmo não pode ser dito sobre a maioria dos outros operadores de Boeing 747. Desde o início da pandemia, muitos já se despediram de suas aeronaves devido ao tamanho e ao número de motores.

A China Airlines já operou um total de 60 Boeing 747, mas, atualmente, tem apenas 18, e todos são cargueiros.

O que deveria operar o voo de despedida da China Airlines era o B18215, que foi o último 747-400 a ser construído pela Boeing e, como tal, parecia uma aeronave adequada para ser usada na despedida da companhia aérea.

Embora o voo do último Boeing 747-400 da China Airlines tenha sido adiado, infelizmente a aérea está apenas prolongando o inevitável. A companhia está fazendo a transição para sua frota de Airbus A350 em um momento de olhar para a próxima geração de viagens aéreas. Em toda a indústria, os bimotores estão sendo preferidos aos quadrimotores.

Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

02/02/2021


JetSMART agora opera com biocombustível   A aérea chilena JetSMART anunciou a chegada do seu primeiro Airbus A320 Neo, que utiliza BioFuel, um combustível orgânico que reduz em 80% a pegada de carbono emitida pela aeronave.  JetSMART, que atualmente opera com 18 aeronaves, disponibilizará o novo A320 para o Ministério da Saúde do Chile durante o ano de 2021, com o objetivo de combater a pandemia Covid-19, transportando equipamentos, vacinas, e pessoal médico pelo país. Este é o sétimo A320NEO recebido pela companhia, que agora passa a integrar um grupo de apenas nove empresas aéreas em todo o mundo que utilizam esse tipo de combustível em suas aeronaves. Dessa forma, a empresa reafirma seu compromisso de ser inovadora, disruptiva e impactar positivamente o meio ambiente. Desde nossa chegada ao Chile fomos pioneiros em operar de forma responsável e sob um modelo sustentável em termos de redução da nossa pegada de carbono por passageiro, e agora com o uso de biocombustível orgânico, juntamente com uma série de medidas que nos ajudam a ser uma companhia aérea ambientalmente amigável", disse Estuardo Ortiz, CEO da JetSMART.   A JetSMART opera atualmente para 15 destinos no Chile e, internacionalmente, para Colômbia, Peru, Argentina e Brasil, com voos para Foz do Iguaçu e Salvador. Foto: Airbus      


Aviação Civil

03/02/2021


LATAM instala atendimento remoto no check-in dos aeroportos   LATAM Airlines Brasil instalou nesta semana, nos aeroportos de Cuiabá, Curitiba e Navegantes, o projeto especial denominado “Atendimento Remoto”, que traz um novo modelo de atendimento de check-in nos aeroportos. Esse projeto já está disponível no Rio de Janeiro/Santos Dumont, em São Paulo/Congonhas, em Vitória e em Florianópolis, estando presente agora, em sete aeroportos do País. Essa iniciativa se soma às medidas que a LATAM já implementou desde o início da pandemia, para garantir a segurança de seus passageiros em toda a jornada de viagem, desde o aeroporto, passando pela cabine e chegando ao desembarque. O cliente chega ao aeroporto (se for necessário despachar a bagagem, a impressão da etiqueta deve ser realizada diretamente no totem de autoatendimento* da companhia) e aguarda na fila, respeitando o distanciamento, até ser direcionado para uma posição de atendimento. O processo acontece da seguinte forma: ·  Passo 1 – Boas-vindas ao passageiro e confirmação dos dados de viagem e documentação, por meio do sistema de câmeras; ·  Passo 2 – Verificação de segurança sobre presença de artigos perigosos/proibidos na bagagem; ·  Passo 3 – Se houver necessidade do despacho de bagagem, o cliente posiciona a bagagem (já etiquetada*) na balança/esteira; ·  Passo 4 – O atendente remoto realiza a conferência do peso e tipo de bagagem, também com auxílio do sistema de câmeras; ·  Passo 5 – O atendente orienta o passageiro a ativar o botão de acionamento da esteira para despacho da bagagem; ·  Passo 6 – O cliente recebe o seu cartão de embarque diretamente pelo aplicativo LATAM (caso seja necessária a impressão de um novo cartão, o atendente remoto o imprime) e o atendimento se encerra. *Se houver totem de autoatendimento da companhia disponível no aeroporto. Para os próximos meses, estima-se a expansão deste modelo de operação para outros aeroportos brasileiros, que trabalharão de forma colaborativa. O prazo para instalação de todos os equipamentos necessários e preparo das equipes no novo modelo é de 15 a 20 dias. Foto: Divulgação  



Publicidade