Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

São Paulo poderá receber voos da EgyptAir

São Paulo poderá receber voos da EgyptAir

 

Durante o evento online da ABCC (Câmara Brasileira de Comércio Árabe Brasileira), chamado de “Egito no Brasil – Oportunidades e Associações”, realizado na semana passada, Wael Ahmed Kamal Aboumagd, embaixador egípcio em Brasília, declarou que estão avançadas as negociações entre as autoridades aeronáuticas dos dois países, para uma ligação aérea entre São Paulo e a capital egípcia, Cairo.

“Tenho certeza de que esse acordo terá muita importância para o turismo e os negócios entre os nossos países, e espero poder anunciar, em breve, os detalhes finais da cooperação entre os nossos governos”, declarou o diplomata egípcio.

A frota da EgyptAir é composta por 69 aeronaves, sendo 12 Airbus 220-300, 8 Airbus A320neo, 4 Airbus A330-200, 4 Airbus A330-300, 29 Boeing 737-800, 6 Boeing 777-300ER e 6 Boeing 787-9. Foto: Divulgação

 



SAIBA MAIS

Aviação Civil

16/12/2020


Air Europa retoma os voos entre Salvador e Madri Air Europa retorna com as operações ligando Salvador a Madri, Espanha, a aeronave que fez o primeiro voo de retomada chegou ao Aeroporto de Salvador, Bahia às 20h16 de terça, 15 de dezembro, vindo da Espanha. Logo após o pouso, o avião passou pela tradicional cerimônia de batismo para comemorar a retomada. A rota Madri-Salvador será operada pelo Boeing 787 Dreamliner duas vezes por semana, às quartas e sextas, com saída de Salvador sempre às 16h35. A ligação entre Salvador e Madri é muito importante para a Bahia devido à grande comunidade espanhola residente no estado e as conexões comerciais entre esses dois países. Salvador é a segunda cidade a ter o retorno dos voos da Air Europa. Em julho, a companhia voltou a voar para São Paulo. O plano de retomada ainda prevê a retomada em Fortaleza (CE) e Recife (PE), em março de 2021.  Para operar na rota, a Air Europa voa com o Boeing 787-8 Dreamliner, o avião mais eficiente do setor, garantindo ainda mais conforto aos passageiros. O avião permite mais entrada de luz natural, e maiores índices de umidade e oxigênio na cabine, além de menos ruído, o que garante um voo mais tranquilo e uma maior sensação de descanso. Outro diferencial é o entretenimento individual, com telas touch-screen em cada um dos assentos. Possibilitando que todos os turistas do Brasil voem com a companhia, a Air Europa possui acordos com a Gol e com a Azul, garantindo a conexão em todo o país. Já partindo do aeroporto de Madri, possui conexão com mais de 40 destinos na Europa.        


Aviação Civil

16/12/2020


Venezuela proíbe voos do Panamá e da República Dominicana O problema internacional, segundo o governo panamenho, resultou de uma disputa sobre frequências de voo recíprocas entre os dois países em bases equitativas. Três voos semanais da Copa eram permitidos na Venezuela, enquanto nove voos semanais para o Panamá estavam disponíveis para companhias aéreas venezuelanas. Em 7 de dezembro, a Venezuela solicitou ao Panamá um aumento no número de voos semanais para as transportadoras nacionais, e o Panamá, por sua vez, solicitou mais voos da Copa para a Venezuela, que não aceitou e cancelou unilateralmente, sem aviso prévio ou justificativa, os três voos semanais da companhia panamenha. Em retaliação, Panamá cancelou todos os direitos das companhias venezuelanas Turpial e Laser para operarem no Panamá, levando a um impasse que deixou os venezuelanos com menos conectividade internacional. Uma das principais companhias aéreas que permitia conectividade global aos venezuelanos, a Copa, restabeleceu as rotas para a Venezuela em meio à pandemia de Covid-19 do Aeroporto Internacional Tocumen da Cidade do Panamá para o Aeroporto Internacional Simon Bolivar de Caracas, na Venezuela, em 24 de novembro. Foto: Copa Airlines  



Publicidade