Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

Delta e KLM Royal Dutch Airlines oferecerão voos testados para COVID de Atlanta a Amsterdã

Delta e KLM Royal Dutch Airlines oferecerão voos testados para COVID de Atlanta a Amsterdã

As companhias trabalharam com o governo holandês e os aeroportos de Atlanta e Amsterdã em um programa de testagem para Covid-19, permitindo que os clientes qualificados fiquem isentos da quarentena após um resultado negativo no exame feito na chegada à Holanda. A partir de 15 de dezembro, os parceiros transatlânticos Delta Air Lines e KLM Royal Dutch Airlines oferecerão voos testados para Covid entre Atlanta e Amsterdã. As companhias aéreas parceiras trabalharam com o governo holandês, com o Aeroporto Schiphol, em Amsterdã, e com o Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson, em Atlanta, para desenvolver um programa de testagem para Covid-19 abrangente, que permitirá aos clientes qualificados ficarem isentos da quarentena na chegada à Holanda, após receberem um resultado negativo do teste PCR ao desembarcar no país europeu.

Os voos testados para Covid de Atlanta a Amsterdã vão ser realizados quatro vezes por semana, com a Delta e a KLM operando duas frequências cada. Somente passageiros com resultado negativo no exame poderão embarcar. Inicialmente, os voos serão oferecidos por três semanas e, se forem bem-sucedidos, as companhias esperam estender o programa a outros mercados. Os viajantes poderão escolher as frequências testadas para o novo coronavírus ao comprar suas passagens online ou então optar por um dos voos diários alternativos da Delta ou da KLM entre Atlanta e Amsterdã que não estão inclusos no programa de testes.

 

“A criação de corredores de viagem sem Covid, aliada às várias medidas de segurança e higiene que adotamos por meio do Delta CareStandard (Padrão Delta de Atendimento), proporcionará aos clientes e às autoridades maior confiança de que podem permanecer saudáveis ​​durante o voo”, disse o presidente da área Internacional e vice-presidente executivo de Vendas Globais da Delta, Steve Sear. “Trabalhamos com nossos parceiros e autoridades de saúde para reabrir os voos com segurança e retomar as viagens aéreas internacionais até que uma vacina esteja disponível, eliminando a necessidade de quarentena”.

 

O novo protocolo estará disponível para todos os cidadãos autorizados a viajar para a Holanda por razões essenciais, incluindo determinados motivos específicos de trabalho, saúde e educação. Os clientes que estão em trânsito via Amsterdã para outros países ainda deverão seguir os requisitos de entrada e quaisquer exigências obrigatórias de quarentena que estejam em vigor em seu destino final.

 Para embarcar nos voos testados para Covid da Delta e da KLM de Atlanta para Amsterdã, os passageiros precisarão:

·  Fazer um teste para Covid do tipo Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) 5 dias antes da chegada a Amsterdã;

·  Fazer um teste rápido de antígeno antes de embarcar no Aeroporto de Atlanta.

Fazer um teste PCR na chegada a Schipho

Foto: Divulgação




Publicidade