Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

Exposição histórica sobre o jato Boeing 747 é inaugurada no Delta Flight Museum

Exposição histórica sobre o jato Boeing 747 é inaugurada no Delta Flight Museum

A tão esperada exposição "747 Experience" no Delta Flight Museum, em Atlanta, abriu suas portas para o público. A exposição conta com o Delta Ship 630, o primeiro Boeing 747-400 a voar, para homenagear o legado da aeronave histórica. Conhecida como a "Rainha dos Céus", o 747 é uma das aeronaves mais populares e reconhecidas do mundo. O jato de fuselagem larga é mais conhecido por seu deck superior diferenciado em formato de "corcunda" na frente da aeronave. À medida que a Delta continua a modernizar a sua frota, a companhia planeja retirar seus 747 restantes ainda este ano, substituindo-os por aeronaves menores e mais eficientes em termos de consumo de combustível. No entanto, a exposição, um investimento de vários milhões de dólares feito pelo museu, pela transportadora e por seus funcionários, dá ao público a oportunidade de conhecer a admirada aeronave pelos próximos anos. Os visitantes poderão visitar o modelo que foi restaurado durantes meses pelas equipes da Delta. As classes Delta One e Delta Comfort+, bem como a cabine de pilotagem e as áreas de descanso da tripulação foram mantidas, enquanto o resto dos assentos da aeronave e os compartimentos para bagagem de mão foram removidos e transformados em uma área de exposição. O espaço também está disponível para alugar para eventos como festas corporativas, jantares e cenários para filmes. Na área renovada, a exposição dá aos visitantes uma visão exclusiva dos bastidores. Um teto exposto e piso de vidro revelam o isolamento, os fios, os tubos e muito mais que são essenciais para a operação de um avião comercial. Além disso, as paredes são revestidas com conquistas históricas na aviação, gráficos e estatísticas específicos do 747, e uma tela de vídeo que projeta várias exibições em multimídia. O Ship 6301 registrou mais de 61 milhões de milhas, o suficiente para fazer 250 viagens da Terra à lua, entre seu primeiro voo em dezembro de 1989 e seu último em setembro de 2015.


Publicidade