Fechar

Aeroportos



Compartilhar:

RSS

Infraero prepara seus aeroportos para o feriado da Páscoa

Infraero prepara seus aeroportos para o feriado da Páscoa

 

Ao todo, os aeroportos administrados pela Infraero com voos comerciais regulares respondem por 29% da circulação de passageiros e aeronaves no País.

Os 32 aeroportos da Rede Infraero com voos comerciais regulares devem receber 309.002 passageiros durante a Páscoa, entre os dias 1º e 5 de abril de 2021. O número é 1021% maior em relação ao movimento do ano passado, quando 27.574 pessoas embarcaram e desembarcaram nos terminais da empresa, entre os dias 9 e 13 de abril de 2020. Estão previstos também 2.641 pousos e decolagens no período, 632% superior em relação aos 361 voos realizados em 2020.

A projeção foi calculada a partir das programações informadas pelas empresas aéreas e comparou o estimado para 2021 com o mesmo período de 2020, quando houve uma forte redução nas atividades em função do início da pandemia do coronavírus.

Foto: Divulgação



SAIBA MAIS

Industria

31/03/2021


British Airways apóia plano da ZeroAvia para avião a hidrogênio   Os planos da ZeroAvia para um avião regional de 50 passageiros movido a hidrogênio parecem se basear na conversão de um modelo existente, como um ATR 42. (Imagem: ZeroAvia) A British Airways está entre um grupo de investidores que apóia uma nova rodada de financiamento de US $ 24,3 milhões para apoiar os planos da ZeroAvia de desenvolver um avião de 50 passageiros movido a hidrogênio. De acordo com a start-up sediada nos Estados Unidos, que já arrecadou quase US $ 74 milhões - incluindo US $ 53 milhões em investimento privado e uma subvenção do governo do Reino Unido de cerca de US $ 16,3 milhões - o objetivo é colocar o veículo de 50 lugares em serviço comercial até 2026 e acredita que, em 2030, um avião comercial de 100 passageiros poderá estar operando com seu trem de força elétrico de 600 kW. As aplicações do sistema elétrico de hidrogênio em aeronaves menores são esperadas já em 2024. ZeroAvia não deixou claro se seu planejado sistema de propulsão de 2 MW seria usado para converter um avião existente ou ser empregado como equipamento padrão em um novo projeto de aeronave. Uma imagem divulgada com o anúncio mostrou a impressão de um artista de uma aeronave semelhante ao ATR 42. A empresa enfrenta a concorrência da Universal Hydrogen, que fez parceria com a especialista em células de combustível e distribuição de energia Plug Power para desenvolver planos para converter aeronaves para propulsão a hidrogênio. A empresa sediada na Califórnia identificou os aviões regionais existentes de 40 a 60 assentos, incluindo o ATR 42 e o Bombardier Dash 8, como adequados para conversão e diz que eles poderiam entrar em serviço comercial a partir de 2025 e ter um alcance potencial de mais de 1.000 km. Foto: Divulgação  


Aviação Civil

31/03/2021


Viva Aerobus aposta grande no mercado México-EUA   A transportadora mexicana de baixo custo Viva Aerobus lançará três novas rotas sem escalas entre o México e os Estados Unidos durante o mês de maio. Esta companhia aérea está apostando alto no mercado México-EUA neste verão do hemisfério norte, aumentando o número de rotas, cidades atendidas e capacidade.  Apesar da pandemia COVID-19, a Viva Aerobus, que possui uma frota de mais de 40 aeronaves da família Airbus A320, anunciou 15 novas rotas para os EUA. A maioria deles sai da Cidade do México ou Monterrey. A crise do COVID-19 afetou a indústria aérea em 2020. Mas a Viva Aerobus encontrou uma maneira de crescer apesar da incerteza . A companhia aérea de baixo custo aproveitou a oportunidade que o fim da Interjet abriu. Além disso, a Viva Aerobus também aproveitou a política do governo mexicano de nunca fechar fronteiras. Essa companhia aérea e sua concorrente de baixo custo Volaris encontraram uma maneira de crescer nos últimos meses, lançando novas rotas e competindo agressivamente com a Aeromexico no México, nos Estados Unidos e em outros lugares. Por exemplo, tanto a Viva quanto a Volaris pretendem começar a voar para a Colômbia nos próximos meses, seu primeiro destino na América do Sul. Foto: Viva Aerobus  



Publicidade