Fechar

Aeroportos



Compartilhar:

RSS

Aeroporto de Brasília conquista certificação internacional de controle de emissões

Aeroporto de Brasília conquista certificação internacional de controle de emissões

O Aeroporto de Brasília foi reconhecido pela primeira vez, com o selo ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol, que realiza a publicação de inventários de emissões de gases de efeito estufa. O Conselho Internacional de Aeroportos (ACI) também reconheceu o terminal brasiliense com a certificação internacional de controle de carbono. Para obter os atestados a Inframerica elaborou um inventário para quantificar as emissões de gases no terminal e avaliou o real impacto das atividades da empresa no meio ambiente. Para chegar nos resultados foram realizadas diversas pesquisas, como o cálculo das emissões do CO2 e de toda a frota de veículos da concessionária. O documento foi elaborado utilizando a metodologia do Greenhouse Gas Protocol Initiative, uma ferramenta internacionalmente reconhecida que calcula a quantidade de CO2 equivalente emitido para atmosfera. Todo o inventário foi auditado por dois organismos externos, para comprovar a veracidade das informações recolhidas. O objetivo da concessionária é reduzir as suas emissões e com isso diminuir o impacto das suas operações no meio ambiente, tornando as atividades do aeroporto mais sustentáveis. Ações já estão sendo realizadas como a substituição de 634 refletores do pátio de aeronaves por uma iluminação mais limpa e econômica. As antigas lâmpadas, do tipo vapor de sódio, emitiam uma luz amarelada e consumiam mais energia. Com a sua substituição por lâmpadas de LED, a demanda de potência deverá ser reduzida em 65%, que representa uma economia de 4,2% em relação ao consumo total do aeroporto. Com isto haverá redução na conta de energia e nas emissões de poluentes. Em 2018, o aeroporto já havia substituído cerca de 10 mil lâmpadas do terminal. Outras ações já vêm sendo adotadas a mais tempo, como o programa de coleta seletiva no terminal de passageiros, em funcionamento desde 2017, e que é responsável pela reciclagem de cerca de 16 toneladas de resíduos por mês. A Inframerica também investiu cerca de R$ 7 milhões de reais em revitalização de parques e unidades de conservação do Distrito Federal em medidas compensatórias pelas obras de ampliação do Aeroporto de Brasília, além do plantio de 74.340 mudas nativas do Cerrado a título de compensação florestal. O aeroporto também adota fontes de energia renováveis para consumo. A Inframerica passou a comprar energia no mercado livre. Neste setor, há maior variedade de fontes como de matriz eólica, solar ou mesmo de pequenas centrais hidrelétricas e que geram menor impacto ambiental. Consumir esse tipo de energia e não a do mercado regulado, significa anualmente um plantio de mais de 12 mil árvores em um projeto de reflorestamento.



SAIBA MAIS

Aeroportos

30/07/2019


Aeroporto de Ezeiza implementará soluções da SITA no novo terminal Quando o novo terminal de partidas for inaugurado no principal aeroporto de Buenos Aires em outubro deste ano, os passageiros poderão fazer o check-in e despachar suas bagagens em tempo recorde, sem ter que esperar em filas por um agente. Isto vai ocorrer em razão da introdução das soluções tecnológicas da empresa da SITA, que garantirá a jornada dos viajantes o mais fácil possível no Aeroporto de Ezeiza.


Aeroportos

30/07/2019


Aeroporto Tom Jobim adota sistema de comunicação e digitalização da Siemens A empresa Siemens está implementando um novo sistema de comunicação operacional e digitalização de dados no Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Denominada AeroMACS (Aeronautical Mobile Airport Communication System), essa tecnologia de comunicação móvel por banda larga transmite dados e imagens em tempo real para os operadores do terminal, facilitando e otimizando toda a gestão do local.


Aeroportos

30/07/2019


Governo Federal inaugura novo Aeroporto de Vitória da Conquista O Governo Federal inaugurou o novo Aeroporto de Vitória da Conquista/Glauber Rocha/BA. A obra foi viabilizada a partir de dois convênios no valor de quase R$ 80 milhões, dos quais 93,33% foram repassados pela União ao Estado da Bahia. 


Aeroportos

30/07/2019


Infraero registra mais de 41,7 milhões de passageiros no primeiro semestre de 2019 O movimento de passageiros nos aeroportos administrados pela Infraero registrou no primeiro semestre de 2019, um incremento superior a 3% em relação ao mesmo período de 2018.



Publicidade